• A Essência do Ensinamento de Rāmaṇa

    Sivaprakasam Pillai foi o afortunado devoto de Śrī Rāmaṇa que, em 1902, postulou a pergunta “Quem sou Eu?” junto com outras igualmente importantes para o mestre, e preservou e contemplou a vida inteira sobre as suas respostas. Esse tesouro de Sabedoria guia e inspira hoje em dia inúmeros buscadores do mundo inteiro.  


    Sivaprakasam Pillai


  • Amor Radical ou Emoções Baratas?

    Hoje em dia, está na moda ficar. Pessoas ficam. Por exemplo, ouvimos dizer que Fulano ficou com Sicrana. Demorei um pouco para entender o que era esse tal de ficar


    Pedro Kupfer


  • Devemos provar tudo antes do Yoga?

    Antes do Yoga, precisamos viver todas as experiências possíveis? Algumas pessoas pensam que é preciso viver todos os prazeres possíveis antes de dedicar-se à espiritualidade. Essa é uma crença bastante espalhada e comum. Isso acontece porque algumas pessoas que começam essa caminhada acabam fazendo exatamente o contrário do que pregam: deixam-se levar pelas paixões exacerbadas quando supostamente deveriam ser contidos, acumulam imensas fortunas quando deveriam cultivar a simplicidade e coisas do gênero. 


    Pedro Kupfer


  • MĀṆḌUKYOPANIṢAT

    Temos, entre as principais dez Upaniṣads, a Māṇḍukya, que pertence ao Athārvaveda. Ela segue um prakriyā, um método de investigação que inclui um modo de resolver um problema que em verdade não existe. Na visão da Upaniṣad, não há problema. Quando se diz que você já é aquilo que quer ser, é porque não há problema algum para ser resolvido.  


    tradução por Pedro Kupfer


  • O Homem Cósmico

    Este é um lindo trecho da Chāndogyopaniṣat que expõe de uma maneira muito linda a tradicional visão do Universo na forma de Vaiśvānara, o Homem Cósmico. Nele se faz uma clara descrição, muito poética por sinal, dos misteriosos sete membros de Vaiśvānara, mencionados na Māṇḍukyoaniṣat mas sobre a qual esta obra não diz nada.  


    tradução por Pedro Kupfer


  • Jambo, a Árvore da Vida

    A antiga cultura da Índia usava o nome Jambudvīpa, ou “ilha do jambū”, para se referir ao mundo. Na cosmogonia indiana, considera-se que o centro do mundo seja o Monte Meru, no Tibete. No alto desse monte sagrado cresce a Árvore da Vida, o Jambū. Desta maneira, Jambū é o Eixo do Mundo e a Origem da Vida ao mesmo tempo.


    Pedro Kupfer


Primeira < 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 > Última

Cursos

  • Cursos, Viagens e Eventos

    com Pedro Kupfer
    no Brasil, em Portugal e na Índia
  • Você, Ilimitado

    com Pedro Kupfer
    Online
  • Yoga e Vedānta na Índia

    com Ângela Sundari e Pedro Kupfer
    Pushkar e Rishikesh, Índia
  • Āsana e a Inteligência do Corpo

    com Pedro Kupfer
    São Lourenço, Ericeira, Portugal
  • Formação em Yoga em Portugal :: Módulo 2

    com Ângela Sundari e Pedro Kupfer
    São Lourenço , Ericeira, Portugal