Tradução do nome desta postura:

Urdhva = elevado, para cima, dhanura = arco; 'postura do arco elevado'

 


1. Deite de costas no chão, com os pés paralelos, apoiados perto dos glúteos e separados na largura dos quadris.

2. Coloque as mãos no chão, com os dedos voltados para os pés.

3. Eleve-se exalando nas palmas e plantas.

4. É muito importante cultivar a estabilidade nesta posição. Estabeleça uma conexão firme com o solo. Sinta as plantas dos pés e as palmas literalmente abraçando o chão.

5. O peso do corpo deve estar distribuído uniformemente entre as mãos e os pés.

6. Relaxe os glúteos nesta postura, para não comprimir a região lombar.

7. O cóccix fica voltado em direção aos joelhos, e não diretamente para o chão.

8. Evite enrugar a pele da região lombar, pois isso é sinal de compressão nesta área.

9. Sinta a energia do chão, ascendendo pelas pernas até o tronco.

10. Observe os movimentos do prana na região do plexo solar e o coração.

11. Faça esta postura com muito cuidado. Evite ficar tempo demais nela. Se sentir dor na região lombar, interrompa a prática dela até saber exatamente o que aquela dor significa e como você vai lidar com ela.


Atenção:

Estas dicas não substituem um professor de Yoga. São disponibilizadas apenas para que o praticante possa aprimorar sua técnica e sua prática pessoal. No início, a prática sob a supervisão cuidadosa de um instrutor preparado e competente é essencial para o sucesso na prática, bem como para evitar lesões. O autor não se responsabiliza pelo mal uso que possa ser feito destes textos. Obrigado pela compreensão.

Namastê e boas práticas!

    COMENTÁRIOS

    Comentar artigo