Esta viagem foge ao propósito da maioria das que se fazem à Índia, terra do Yoga. Não está centrada em visitar lugares históricos ou turísticos, nem em fazer compras, mas no próprio processo de crescimento pessoal do viajante. O foco está no Yoga e na descoberta de si mesmo. Essa é a razão pela qual temos como destino apenas duas cidades sagradas: Pushkar e Rishikesh. Ambos são muito importantes na espiritualidade e na cultura da Índia: o primeiro, no deserto de Thar, é o único templo da Índia dedicado ao deus criador, Brahmā. O segundo fica no sopé dos Himalaias, ao norte.  Rishikesh é uma linda vila à beira do rio Ganges, onde milenarmente os yogis têm se recolhido para meditar e transmitir seus conhecimentos. Nela viveram e vivem grandes mestres como Swāmi Śivānanda e Swāmi Dayānanda, cujos Āśrams permanecem abertos aos adeptos do Yoga do mundo inteiro.  Pede-se genuíno entusiasmo e vontade de mergulhar no autoconhecimento e espírito de aventura, bem como curiosidade e mente aberta para conhecer e conviver com a incrível cultura hindu.  O ritmo da viagem é muito mais suave que outras que fizemos anteriormente, pelo que por um lado não faremos aquelas longas viagens terrestres de cidade para cidade, e por outro, teremos a chance de desfrutar de cada lugar com calma, entrando de fato no ritmo de vida local para poder assimilar o ensinamento e fruir adequadamente a cultura e o modo de vida dos yogins.

||  ||

 

Roteiro Previsto

27/02 -- Voo São Paulo - Dubai

28/02 -- Voos Dubai - Delhi + Delhi - Jaipur + estrada Jaipur - Pushkar

01/03 -- Pushkar -- pūjā na beira do lago sagrado 

02/03 -- Pushkar --  recital de música  do deserto no templo de Kṛṣṇa

03/03 -- Pushkar -- aula de tambores com Nathulal Solanki

04/03 -- Pushkar -- meditação no templo Sikh

05/03 -- Pushkar -- visita ao templo de Brahmā

06/03 -- Estrada Pushkar - Jaipur + voo Jaipur - Dehradun

07/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

08/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

09/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

10/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

11/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

12/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

13/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

14/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

15/03 -- Rishikesh -- Vedānta Camp com Swāmi Paramārthānanda

16/03 -- Voo Dehradun - Delhi

17/03 -- Voo Delhi - Dubai + Dubai - São Paulo 

 

Extensão Opcional: Rafting de Devaprayag a Rishikesh

16/03 -- Estrada para Devaprayag e início da descida. Pernoite acampando.

17/03 -- Descida do rio Ganges. Dois pernoites acampando nas praias do rio.

18/03 -- Fim da descida e chegada em Rishikesh.

 

||  ||

 

Destaques da Viagem

  • Pūjā na beira do lago sagrado de Pushkar.
  • Recital de música  do deserto no templo de Kṛṣṇa.
  • Aula de tambores com o famoso percussionista Nathulal Solanki. 
  • Estudo da Rāmagītā com o incrível professor Swāmi Paramārthānanda.
  • Práticas de Yoga, mantras, sânscrito e pūjās no Dayānanda Āśram.
  • Estudo e recitação do lindo poema Daśaślokī, de Ādi Śaṅkara, com Pedro.


|| 
 ||


Quem acompanha o grupo?

Ângela Sundarī é yoginī por nascimento e vocação. Pratica Yoga e estuda Vedānta há mais de 20 anos. Ela e Pedro viajam juntos pela Índia e o Oriente, onde o casal estuda, pratica, pesquisa, surfa e aperfeiçoa seus conhecimentos. Ângela compartilha com os grupos os segredos que aprendeu na estrada e coordena as atividades de Yoga de nossas viagens.

Pedro Kupfer nasceu no Uruguai em 1966. Descobriu o Yoga aos 16 anos de idade e pratica desde então. Escreveu e traduziu vários livros sobre Yoga, além de ser editor das revistas Yoga Journal, Cadernos de Yoga e do site www.yoga.pro.br. Desde a década de 1980 viaja regularmente pela Índia e outros países do Oriente. Atualmente mora em Portugal. 

Swāmi Paramārthānanda, que irá ministrar o Vedānta Camp em Rishikesh, é um dos mais brilhantes professores vivos da linhagem de Ādi Śakarācārya. Esta é uma oportunidade muito rara de aprender com ele, pois raramente sai do seu recolhimento em Chennai. Swāmijī escolheu para o Camp de 2019 uma linda obra chamada Ramagītā, "A Canção de Rāma", um belíssimo texto das Purāas. Durante o Camp, Pedro irá traduzir e ministrar aulas suplementares para esclarecer os pontos que Swāmijī irá expondo, e tirar dúvidas que possam surgir ao longo do caminho. Os participantes da viagem irão receber uma apostila em PDF com mais de 100 páginas, contendo a Ramagītā completa, traduzida para o português e comentada por Swāmi Dayānanda Saraswati, para acompanhar os seus estudos.

Rāma é um avatāra, a sétima das dez encarnações do deus Viṣṇu, que se manifesta na terra quando o dharma, a Lei Universal, está em perigo. O propósito das manifestações desse deus é educar a Humanidade e lembrar daquilo que foi esquecido para restaurar a harmonia e a justiça, na sociedade e no mundo. O texto é um diálogo entre Rāma e seu irmão Lakmaa, que aparece no quinto capítulo do Uttarakhanda, que é parte integrante do Adhyātma Rāmāyāque, por sua vez compõe a Brahmāṇḍa Purāa. Essa conversação entre os dois irmãos é narrada pelo deus Śiva para sua esposa Pārvatī, que manifestara o desejo de conhecer a glória de Rāma.

Lakmaa, irmão mais novo e fiel companheiro de Rāma, pergunta a ele como atravessar o oceano da ignorância e deixar o sofrimento para trás. A instrução de Rāma ao seu jovem irmão é estaRāmagītā. O texto diz, no śloka 49: “Śrī Rāma, dinamizando o oceano das Upaniads, extraiu este conhecimento e o condensou na Rāmagītā. Ele deu este conhecimento com muita satisfação para Lakmaajī. [Através dela], podemos assimilar esse conhecimento, e aprender a nos conhecer como o Ilimitado”.

||  ||

Hospedagem 

Pushkar: Inn 
Seventh Heaven **** (Standard Room)

RishikeshSwāmi Dayānanda Āśram, Purāi Jhadi Road. O Āśram não é um hotel mas um mosteiro onde se cultiva a vida simples, focada no autoconhecimento, no estudo do Vedānta e nas práticas de Yoga. Teremos quartos duplos, simples e austeros, que predispõem à vida contemplativa. Não há nenhum luxo no Āśram além do conforto básico. Porém, todos os quartos dispõem de água quente, luz elétrica, ventiladores e armários. Para se ter uma ideia bem cabal de como é ficar no Āśram, recomendamos a leitura deste artigo de um amigo nosso que já ficou lá. 

||  ||

Valor do Roteiro Principal (27/02 a 17/03)

Por Pessoa em dólares estadunidenses, para um grupo de 10 ou mais pessoas. 

Valor Total da Parte Terrestre: USD 2190. Esse valor será pago da seguinte maneira:

Pagamento para a Latitudes no Brasil ou em Portugal (por pessoa em apartamento duplo): USD 1340

Parcelamento: entrada de USD 480 + 5 pagamentos de USD 190 (total parcelado: USD 1430)

Total a prazo: USD 1430É possível parcelar esse pagamento em cheques pré-datados ou cartão de crédito

Pagamento para Ângela e Pedro na Índia: USD 850

A pedido de Ângela e Pedro, buscamos diferentes formas de a viagem ter um custo mais acessível aos participantes. O valor de USD 850 destina-se a pagamentos que serão feitos diretamente na Índia, evitando a cobrança de taxas e impostos que aumentariam os custos de todos. 

Oferecemos um desconto de 5% para pagamentos à vista. 

Apartamentos Individuais no hotel de Pushkar estão sujeitos a disponibilidade. Consulte-nos a respeito.

Valor da Extensão do Rafting, de 16 a 20/03

Por pessoa, em dólares estadunidenses: USD 230. Esse pagamento será feito diretamente para a Red Chilli Adventure em Rishikesh.

Prazo de Inscrição: 15 de Dezembro de 2018.

Para reservar o seu lugar na viagem você precisa enviar-nos três coisas:

  • Sinal de USD 500 por pessoa
  • Ficha cadastral preenchida
  • Cópia do seu passaporte

 

 

 ||  ||

O Valor Inclui

Acompanhamento durante toda a viagem por Pedro Kupfer e Ângela Sundarī, que ministrarão diariamente aulas de Hahayoga, palestras sobre a cultura local e sessões de estudo e autoconhecimento (com exceção do primeiro dia e o dia em que voaremos de Jaipur para Dehradun). Eles não acompanham o grupo nos voos internacionais mas estarão na extensão opcional na qual desceremos o Rio Ganges desde o seu início, na vila de Devaprayag.

Programas culturais em Pushkar: pūjā no lago sagrado, recital de música clássica hindu e aula de percussão no deserto.

Doação no Swāmi Dayānanda Āśram, o que inclui a hospedagem durante o tempo que passaremos em Rishikesh, em quartos duplos. No Āśram teremos aulas de Vedanta com os Swāmis residentes, práticas de Hahayoga e pūjās e mantras no templo de Gagādhareśvara. As refeições estão igualmente incluídas no valor da doação, porém deve ser levado em consideração que a alimentação do Āśram tem temperos muito fortes que nem sempre são bem digeridos pelos visitantes, pelo que opcionalmente faremos algumas das refeições fora dele.

Práticas de Haṭha Yoga, estudo da Rāmagītā e da Daśaślokī

Hospedagem no hotel e no Āśram acima mencionados.

Traslados privativos mencionados no roteiro.

Passagens aéreas em classe econômica nos trechos Delhi/Jaipur, Jaipur/Delhi/Dehradun e Dehradun/Delhi emitidas e entregues pelo operador local. Importante: caso mude a data desse último voo, dia 17/03, de Dehradun a Delhi, poderá ocorrer suplemento adicional.

O valor não Inclui
Vistos.
Voos internacionais ou domésticos no Brasil ou em Portugal.
Upgrade de Hotel e/ou apartamentos.
Visitas não citadas acima.
Refeições não citadas como inclusas.
Bebidas nas refeições.
Gorjetas aos carregadores de malas, motoristas e garçons.
Despesas pessoais como lavanderia, telefonemas, internet e refeições, dentre outros.
Qualquer item não especificado acima.

Entre em contato com a Ângela Sundarī para saber mais sobre a nossa viagem: angelasundari@gmail.com.

Documentos necessários para a Viagem

Vistos: é necessário obter o visto de entrada para a Índia. Esse visto pode ser tirado online, neste website

Vacinas: é necessário o Comprovante Internacional de Vacinação de Febre Amarela (cartão na cor amarela) válido por 10 anos, para quem iniciar a viagem desde o Brasil. Saindo desde Portugal não há tal exigência.

Passaporte: com validade mínima de 6 meses contados a partir da data final da viagem.

 

 

Roteiro detalhado (viagem principal) 

 

LEGENDA DE REFEIÇÕES INCLUSAS: C = Café da manhã
A = Almoço
J = Jantar 

 

1o Dia – 27/02/2019 – São Paulo – Dubai (-/-/-)
Embarque em São Paulo em voo com destino a Delhi, com conexão em Dubai. 

IMPORTANTE: O check-in em Guarulhos deverá ser feito por volta das 22h do dia 26/02/2019. Se seu voo for por alguma companhia europeia, a saída do Brasil deverá ser no final da tarde do dia 12/03. 

 

2o Dia – 28/02/2019 – Dubai - Delhi – Jaipur – Pushkar (-/-/-)
Chegada em Delhi e conexão imediata com voo a Jaipur. Na chegada viagem terrestre a Pushkar: são 145km, que cobriremos em duas horas e meia. Teremos o fim do dia livre para explorar a área e descansar. 

 

3o Dia – 01/03/de 20km – Pushkar (-/-/-)
Pushkar é uma pequena cidade à beira do lago do mesmo nome, que tem um ritmo de vida muito tranquilo e agradável. Hoje, praticaremos Haṭhayoga pela manhã na nossa sala especial e depois iniciaremos o estudo da Daśaślokī. À tarde faremos uma pūjā na beira do lago sagrado. 

 

4o Dia – 02/03/2019 – Pushkar (-/-/-)
Pela manhã faremos a nossa prática de Yoga. Depois do desjejum, estudaremos a Daśaślokī. Esse nome significa "Dez Estrofes”: é um lindo texto de Ādi Śaṅkarācārya, que nos servirá como introdução ao estudo da Rāmagītā que teremos com Swāmi Paramarthānanda. Esse poema é um brilhante compêndio de todo o ensinamento do Advaita Vedānta, em apenas algumas frases. No fim do dia, teremos um recital de música clássica do deserto no templo de Kṛṣṇa, à beira do lago de Pushkar. 

 

5o Dia – 03/03/2019 – Pushkar (-/-/-)
Depois da prática e o desjejum, teremos o dia livre para descobrir os segredos de Pushkar. Após o almoço e o descanso da tarde, teremos a vivência dos ritmos do deserto com os tambores do famoso percussionista Nathulal Solaṅki. Poderemos opcionalmente, ainda, subir a colina Ratnagiri, até o templo de Savitrī Devī, do qual tem-se uma linda vista do vilarejo e o lago. 

 

6o Dia – 04/03/2019 – Pushkar (-/-/-)
Faremos a nossa prática matinal de Yoga e o nosso estudo ao longo da manhã. Descansaremos depois do almoço. No fim da tarde teremos uma meditação ouvindo o gurbani, os cantos devocionais do sikhismo, no templo Gurudvāra Siṅgh Sabha. 

 

7o Dia – 05/03/2019 – Pushkar (-/-/-)
Pela manhã, praticaremos Yoga e teremos a última aula sobre a Daśaślokī. Depois do almoço, deixamos esta tarde livre para visitar o bazar de Pushkar e fazer as nossas últimas compras. No fim do dia faremos uma visita ao templo de Brahmā. 

 

8o Dia – 06/03/2019 – Pushkar – Jaipur – Dehradun – Rishikesh (-/-/-)
Após o desjejum, faremos a viagem terrestre até o aeroporto de Jaipur para pegarmos o voo para Delhi. São 145km, que cobriremos em duas horas e meia. Na chegada, faremos ainda a conexão com voo a Dehradun e uma breve viagem terrestre a Rishikesh, de 20 minutos aproximadamente, para cobrir os 20km que separam o aeroporto do Āśram. Chegaremos no fim do dia no Dayānanda Āśram. 

 

9o ao 17o Dia – 07/03 a 15/03/2019 | Rishikesh (-/-/-) 

Vedānta Camp 

O Vedānta Camp de Rishikesh é o ponto central no ciclo anual de Ângela e Pedro. É aqui que eles se nutrem, renovam seus votos e o entusiasmo e amor pelo Yoga. Há alguns poucos anos, eles reconheceram como parte do próprio dharma compartilhar, traduzir e guiar os interessados nessa jornada, servindo como intérpretes não apenas da cultura, mas igualmente da espiritualidade da Índia. 

Nestes 10 dias teremos aulas diárias de Vedānta, Haṭha Yoga, canto védico, sânscrito, satsaṅgas com Swāmijī para esclarecer dúvidas e fazer kirtans. Afora os horários dessas aulas, teremos tempo para explorar os lugares e o modo de vida de Rishikesh. 

Durante o Camp, Pedro irá traduzir e ministrar aulas suplementares para esclarecer os pontos que Swāmijī irá expondo, bem como dúvidas que possam surgir ao longo do caminho. Os participantes da viagem irão receber uma apostila em PDF com mais de 100 páginas, contendo a Ramagītā completa, traduzida para o português e comentada por Swāmi Dayānanda Saraswati, para acompanhar os seus estudos. 

Rāma é um avatāra, a sétima das dez encarnações do deus Viṣṇu, que se manifesta na terra quando o dharma, a Lei Universal, está em perigo. O propósito das manifestações desse deus é educar a Humanidade e lembrar daquilo que foi esquecido para restaurar a harmonia e a justiça, na sociedade e no mundo. O texto é um diálogo entre Rāma e seu irmão Lakṣmaṇa, que aparece no quinto capítulo do Uttarakhanda, que é parte integrante do Adhyātma Rāmāyāṇa que, por sua vez compõe a Brahmāṇḍa Purāṇa. Essa conversação entre os dois irmãos é narrada pelo deus Śiva para sua esposa Pārvatī, que manifestara o desejo de conhecer a glória de Rāma. 

Lakṣmaṇa, irmão mais novo e fiel companheiro de Rāma, pergunta a ele como atravessar o oceano da ignorância e deixar o sofrimento para trás. A instrução de Rāma ao seu jovem irmão é esta Rāmagītā. O texto diz, no śloka 49: “Śrī Rāma, dinamizando o oceano das Upaniṣads, extraiu este conhecimento e o condensou na Rāmagītā. Ele deu este conhecimento com muita satisfação para Lakṣmaṇajī. [Através dela], podemos assimilar esse conhecimento, e aprender a nos conhecer como o Ilimitado”. 

 

18o Dia – 16/03/2019 – Rishikesh – Dehradun – Delhi (-/-/-)
Este dia, conclui-se o Vedānta com Swāmijī. Haverá uma meditação matinal, uma última aula e uma função de despedida. Depois do almoço, no começo da tarde, faremos a viagem terrestre 

de 20km até Dehradun para pegar o voo para Delhi. Dependendo do tempo de conexão, será necessário permanecer no aeroporto para pegar a conexão com o voo de volta para o Brasil. 

 

19o Dia – 17/03/2019 – Delhi – Dubai - São Paulo (-/-/-) Voo a Dubai com conexão com voo a São Paulo. 

 

 

Roteiro detalhado (extensão opcional - rafting) 

 

LEGENDA DE REFEIÇÕES INCLUSAS: C = Café da manhã
A = Almoço
J = Jantar 

 

18o Dia – 16/03/2019 – Rishikesh – Devapravag (-/-/J)
Esta extensão é uma emocionante viagem de três dias em rafting pelo rio Ganges, que começa logo após o fim do Vedānta Camp. Após o almoço, faremos a estrada até a vila de Devaprayag, onde confluem os rios Bhagirati e Alaknanda, dando origem ao Ganges. É uma estrada montanha acima de 74km, que se faz em duas horas e meia, até o ponto de partida. Hoje e amanhã, acamparemos à beira do rio, em praias prístinas e remotas, com visuais incríveis do Pequeno Himalaya. Todas as refeições, vegetarianas e deliciosas, estão incluídas no valor dessa extensão. 

 

19o Dia – 17/03/2019 Descida do rio Ganges (C/A/J)

Este é o dia em que faremos a maior parte da descida do trecho até Rishikesh. Faremos uma fogueira à beira do rio, relaxaremos e teremos a oportunidade de desfrutar das belezas únicas desta região do Garhwal Himalaya, fazendo algumas caminhadas pela região. 

 

20o Dia – 18/03/2019 Rishikesh – Dehradun – Delhi (C/-/-)

A nossa expedição conclui-se em Rishikesh, perto do meio-dia. No começo da tarde, após o almoço, faremos a viagem terrestre a Dehradun e voo a Delhi. Dependendo do tempo de conexão, será necessário permanecer no aeroporto para pegar a conexão com o voo de volta para o Brasil. 

 

21o Dia – 19/03/2019 Delhi - Dubai - São Paulo

Voo a Dubai com conexão para pegar o voo de volta para São Paulo. 

||  ||