Vedānta

Saṁsāra

Saṁsāra Depois da noite vem o dia. Morre o dia, a noite vem. Renasce o dia. Renasce a noite também. O lombo do mar se aquieta e a onda nasce. Desce a onda, voltando ao mar, e novamente se ergue, para depois se afogar. Morre a sístole. Nasce a diástole. Morre esta. Aquela renasce. Gera […]

06/10/2001 · 33 segundos de leitura >

Māyā

Māyā Chamam-te ilusão os que não têm olhos de ver. Aos olhos cegos a cegueira aumenta. Não se iludem contigo os videntes. Vêem-te a aparência que és, mas também Aquilo que aparentas. Māyā, véu que vela Deus a olhos impuros. Māyā, véu que O des-vela aos olhos de pureza. Para aqueles, multiplicidade e variedade de […]

19/09/2001 · 1 mins de leitura >

Jñána Yoga: o desafio do mestre

Este é um diálogo entre Sri Nisargadatta e um dos seus discípulos.

29/08/2001 · 3 mins de leitura >

Exercício de Vedānta

Ensina Ádi Shankaracharya, o sábio advaita, que somos, todos os seres, uma única e mesma Essência Real, e que devemos vivenciar esse postulado, pois somente a realização transformará a simples afirmação intelectual e imortal e libertadora Verdade

14/06/2001 · 3 mins de leitura >