Mantra, Pratique

Mūla Mantra de Aśvārūḍhā Devī: Invocação da Deusa Amazona

Pela bênção de Aśvārūḍhā, desenvolvemos a habilidade de comandar a nossa própria mente, a capacidade de superar as nossas crenças limitadoras e coragem para olhar para as situações que chamamos de “nossos problemas”.

· 4 mins de leitura >

Mūla mantra: quem é Aśvārūḍhā?

O Aśvārūḍhā Devī mūla mantra é o mantra-raiz que usamos para invocar a Deusa Aśvārūḍhā, também chamada Aśvārūḍhāmba, ou a Mãe Amazona. Ela é uma emanação da Deusa Tripurasundarī, e surgiu do seu laço na ocasião da batalha de Durgā contra o demônio Mahiśāsura.

Aśvārūḍhā é a Amazona. O nome significa “aquela que está montada (arūḍhā) num cavalo (aśva)”. Sua história é contada na Skanda Purāṇa, capítulo 72, seção II, Uttarārdha, “A Vitória de Durgā”.

Também é mencionada no terceiro capítulo (ūllāśa) do Nityotsava, onde aparece o mito de Durgā, A Que Remove o Sofrimento. 

A Amazona é cultuada no Śrī Vidyā, um movimento devocional tântrico muito popular no sul da Índia, especialmente nos estados de Kerala e Tamil Nadu.

mūla mantra

Simbolismo de Aśvārūḍhā

O fato de a deusa cavalgar um cavalo representa a vitória da razão sobre a força. Ela tem um arco numa das suas quatro mãos. A vibração da corda do arco simboliza o Śruti, o som da palavra que revela o conhecimento libertador. 

O laço dourado que segura com outra mão representa a vitória do bom-senso sobre a escravidão dos desejos pelos objetos sensoriais. A deusa é a própria imagem da liberdade, mokṣa

Com outra das suas mãos ela segura um bastão (daṇḍa), com o qual aponta para o caminho reto do dharma. Esse bastão simboliza igualmente a unidirecionalidade da mente na prática da meditação. 

Aśvārūḍhā surgiu, segundo a narração da Skanda Purāṇa, em meio à batalha entre Durgā e o exército dos demônios comandados por Mahiśasura.

Ela comandou um exército de deusas montadas em cavalos cuja ação foi crucial para derrotar as forças desse poderoso demônio.

O demônio representa o egoísmo, a incapacidade de olhar para mais além do próprio umbigo. A transcendência dessa limitação

श्री अश्वारूढाम्बा मूलमन्त्र जप

śrī aśvārūḍhāmbā mūlamantra japa

Repetição do sagrado mantra-raiz da Mãe Aśvārūḍhā

1. Viniyogaḥ, o verso introdutório

O viniyogaḥ é um guia prático para a prática de meditação sobre um mantra determinado. Ele contém as seguintes informações:

  • O ṛṣi que vislumbrou o mantra em seu sādhana
  • O chandas ou métrica na qual o mantra está composto. 
  • O devata, a deidade associada com ele. 
  • O bījamantra ou sílaba-semente do mantra. 
  • A Śakti ou o poder dessa fórmula.
  • O kīlaka ou a “chave” que abre o seu poder.
  • O fruto da contemplação no mantra ou a sua aplicabilidade.

Para obtermos os melhores resultados da prática de qualquer mantra, é desejável conhecer o viniyogaḥ desse mantra. O viniyogaḥ do mantra de Aśvārūḍhā deve ser recitado uma única vez antes de iniciar a prática, e é assim:

ॐ अस्य श्री अश्वारूढा महा मन्त्रस्य ।
ब्रह्मा ऋषिः । विराट् छन्दः । अश्वारूढांबा देवता ।
आँ बीजं । ह्रीँ शक्तिः । क्रोँ कीलकं ।
अश्वारूढांबा प्रसादसिद्ध्यर्थे जपे विनियोगः ॥

om̐ asya śrī aśvārūḍhā mahā mantrasya ।
brahmā ṛṣiḥ । virāṭ chandaḥ । aśvārūḍhāṃbā devatā ।
ām̐ bījaṃ । hrīm̐ śaktiḥ । krom̐ kīlakaṁ ।
aśvārūḍhāṃbā prasāda siddhyarthe jape viniyogaḥ ॥

Significado

Este é o Śrī Aśvārūḍhā mahamantra. O ṛṣi que revelou o mantra é Brahmā. A métrica é virāṭ. A deidade é Śrī Aśvārūḍhā. O bījamantra é aim̐.

O poder (śakti) é svāhā. A chave que abre o mantra (kīlakaṁ) é mahā māyeti. Que possamos ter a benção da Mãe Aśvārūḍhā através deste japa (meditação).

2. Dhyānam, meditação inicial (ध्यानम्)

रक्तामश्वाधिरूढां शशिधरशकलांबद्धमौलिं त्रिनेत्रां ।
पाशेनाबध्य साध्यं स्मरशरविवशां दक्षिणेनानयन्तीं ।
हस्तेनान्येन वेत्रं वरकनकमयं धारयन्तीं मनोज्ञयां ।
देवीं ध्यायेदजस्त्रं कुचभरनमितां दिव्य हाराभिरामां ॥

raktāmaśvādhirūḍhāṃ śaśidharaśakalāṃbaddhamauliṃ trinetrāṃ ।
pāśenābadhya sādhyaṃ smaraśara-vivaśāṃ dakṣiṇena-ānayantīṃ ।
hastenānyena vetraṃ vara-kanaka-mayaṃ dhārayantīṃ manojñayāṃ ।
devīṃ dhyāyedajastraṃ kucabharanamitāṃ divya hārābhirāmāṃ ॥

Significado

Saudações a Śrī Aśvārūḍhā, que destrói os inimigos internos e externos. Meditamos sobre ela, a cavalgar o cavalo invencível, Aparājita, com a lua crescente em sua cabeça e três olhos, que representam a visão clara e completa. 

Ela segura numa mão o pāśa (laço), usado para dominar os inimigos internos. Ela outorga abundância, saúde e conhecimento, como guia e mestra verdadeira. Noutra mão segura o bastão, que nos guia na direção correta.

Sua pele é dourada. Ela é bem dotada e está enfeitada com ornamentos feitos de todas as pedras preciosas. Ela é muito linda e agradável de se apreciar.

3. Repetição do mūla mantra 108 vezes

ॐ आँ ह्रीँ क्रोँ एहि परमेश्वरि स्वाहा ॥

om̐ ām̐ hrīm̐ krom̐ ehi parameśvari svāhā ॥

Significado

Saudações à Mãe Divina, Śrī Aśvārūḍhā, adorada na forma de Śakti. Que venha (ehi) a nós e nos abençoe profusamente. 

Técnica e atitude durante a meditação

O bījamantra Oṁ representa a manifestação da Consciência, que vibra como Śabda Brahman, o Som do Ilimitado. A sílaba Ām̐ aponta para Śiva e Śakti em união, na forma da transcendência de todas as dualidades e conflitos. 

O som hrīm̐ é o bīja de Śakti e representa a tudo aquilo que é desejavel e auspicioso. Finalmente, a sílaba krom̐ é o bīja de Kālī, e simboliza o conhecimento supremo e a destruição de todos os equívocos e ilusões.

Esta meditação se faz com o propósito de invocar o poder da Consciência Ilimitada na forma de Śrī Aśvārūḍhā. 

O mantra deve ser recitado 108 vezes, usando uma japamālā. A mente deve permanecer focada na imagem de Śrī Aśvārūḍhā, que cavalga um cavalo branco.

Na medida do possível, faça cada mantra numa única expiração, e inspire longa e lentamente pelas narinas nos intervalos entre mantra e mantra.

Descriptive Catalogue of Sanskrit Manuscripts in Madras, Vol 12

4. Conclusão do mūla mantra

Para concluir a nossa prática, no fim do japa, fazemos este verso de encerramento:

इति श्री अश्वारूढा मन्त्र जप संपूर्णं ॥

iti śrī aśvārūḍhā mūla mantra japa saṁpūrṇaṁ ||

Aqui conclui-se a meditação no mantra-raiz de Śrī Aśvārūḍhā

Benefícios do mūla mantra de Aśvārūḍhā

Pela bênção de Aśvārūḍhā, desenvolvemos a habilidade de comandar a nossa própria mente, a capacidade de superar as nossas crenças limitadoras e coragem para olhar para as situações que chamamos de “nossos problemas”, mas que em verdade são questões tópicas que precisam ser abordadas com muita objetividade e desapego. Boas práticas. 

॥ हरिः ॐ ॥

amor radical

Amor Radical ou Emoções Baratas?

Pedro Kupfer em Pratique, Yoga na Vida
  ·   4 mins de leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *