Conheça, Śāstras

Tejabindu Upanishad

Meditemos no Ser Radiante, imutável, permeando secretamente o mundo de mudança, e percebido no coração em samádhi.

· 1 mins de leitura >

1. Meditemos no Ser Radiante,
imutável, permeando secretamente o mundo de mudança,
e percebido no coração em samádhi.

2. Difícil de se alcançar é o supremo propósito da vida.
Difícil de se descrever e de lá permanecer.

3. Só alcançam o samádhi aqueles que
têm o domínio de seus sentidos e são livres da ira,
livres da vontade própria e dos gostos e desgostos,
sem laços egoístas com pessoas e coisas.

4. Só alcançam o samádhi aqueles que estão
preparados para enfrentar desafio após desafio
nos três estágios de meditação.
Sob a direção de um mestre iluminado,
eles se unem ao Deus do Amor.

5-6. [Ele é] chamado Vishnu, que está presente em todos os lugares.
Embora as três gunas [qualidades] emanem dele,
Ele é infinito e invisível.
Embora todas as galaxias nasçam dele,
Ele é sem forma e incondicionado.
Estar unido ao Deus do Amor
É estar livre de todo condicionamento.
Este é o estado de Auto-realização,
Muito além do alcance das palavras e pensamentos.
Estar unido ao Deus do Amor,
Impereçível, imutável, além da Causa e Efeito, é encontrar a alegria infinita.
Brahman (o Ser Infinito) está além de toda a dualidade,
Além do alcance do pensador e do pensamento.
Meditemos no Ser Resplandecente,
a Realidade Última, que é
percebida pelos sábios em samádhi.
Brahman não pode ser percebido por aqueles
que estão sujeitos a avidez, medo e ira.
Brahman não pode ser percebido por aqueles
que estão sujeitos ao orgulho de nome e fama
ou à vaidade da erudição.
Brahman não pode ser percebido por aqueles
que estão enredados na dualidade da vida.

Mas àqueles que atravessam esta dualidade,
cujos corações são entregues ao Deus do Amor,
Ele doa a si mesmo através de Sua infinita graça;
Ele doa a si mesmo através de Sua infinita graça.

Om shánti shánti shánti.
Om paz, paz, paz.


Visite o site de Alexandre Vieira em www.geocities.com/livrosagrados