Prāṇāyāma, Pratique

Anuloma Prāṇāyāma, um Respiratório Energizante

Este pránáyáma se faz inspirando pelas duas narinas e exalando de forma alternada, uma vez por cada narina. O nome significa encadeado, conectado, que está de acordo com a ordem natural.

· 1 mins de leitura >
anuloma

Anuloma prāṇāyāma se faz inspirando pelas duas narinas e exalando de forma alternada, mudando de narina quatro ou seis vezes a cada expiração.

O nome significa encadeado, conectado, que está de acordo com a ordem natural.

Inspire suave e profundamente, de forma completa, enchendo os pulmões desde o abdômen à parte alta do tórax.

Retenha a respiração de acordo com a sua capacidade vital, sem exagerar nem forçar, executando jalāṇḍhārabandha, a ativação da glote, com o queixo pressionando a parte alta do tórax e mūlabandha, a ativação do assoalho pélvico e o períneo.

Em seguida, feche a narina esquerda e exale a quarta parte do ar pela direita. Depois troque de lado e exale outra quarta parte. Na sequência, exale ainda uma porção de ar pelo lado direito e conclua esvaziando os pulmões pelo lado esquerdo.

Inspire pelas duas narinas. Retenha o ar fazendo os dois bandhas. Expire da mesma maneira: um pouco pela narina direita, outro tanto pela esquerda, mais um pouco pela direita e termine de esvaziar os pulmões pela esquerda.

Recomece inspirando pelas duas narinas ao mesmo tempo e repita a operação até completar de dez a vinte ciclos.

Adquirindo um pouco mais de prática, e uma vez que os pulmões estiverem bem treinados, você poderá ainda fracionar a expiração em seis partes a cada ciclo. Isso desenvolverá um excelente controle respiratório.

anuloma

Efeitos do anuloma prāṇāyāma 

Areja os pulmões, nutre e energiza o organismo, tonifica o sistema nervoso, limpa as vias respiratórias e os seios nasais, melhora a digestão e aumenta o foco e a força de vontade.

Contraindicações

Pessoas com cardiopatias graves ou hipertensão arterial devem abster-se de praticar as retenções com os pulmões cheios e vazios. Se pessoas com essas condições respeitarem essa condição, poderão praticar este respiratório alternado sem problemas.


Extraído do livro Guia de Meditação, de Pedro Kupfer.

॥ हरिः ॐ ॥

Se você gostou do anuloma prāṇāyāma, experimente também estes outros respiratórios do Yoga:

  1. Viloma prāṇāyāma
  2. Pratiloma prāṇāyāma
  3. Kūṁbhakabandha prāṇāyāma
  4. Caṇḍāli prāṇāyāma
  5. Ākaśa prāṇāyāma

॥ हरिः ॐ ॥

Pedro nasceu no Uruguai, 55 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o website www.yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos