Āsana, Pratique

Invertidas na Gestação

Depois de alguns anos ensinando yoga para gestantes, algumas reflexões com professores mais experientes e outros profissionais, eu poderia dizer que as invertidas na gestação necessitam moderação. As posturas de inversão do hatha yoga são aquelas onde o umbigo fica acima da linha do coração. Na gestação, estas posturas precisam ser bem avaliadas se são adequadas para cada mulher.

Escrito por Ana Trevisan · 3 mins de leitura >

Depois de alguns anos ensinando Yoga para gestantes, algumas reflexões com professores mais experientes e outros profissionais, eu poderia dizer que as invertidas na gestação necessitam moderação.

As posturas de inversão do hatha yoga são aquelas onde o umbigo fica acima da linha do coração. Na gestação, estas posturas precisam ser bem avaliadas se são adequadas para cada mulher.

Uma mulher que já praticava Yoga antes de engravidar e sente -se muito bem e confortável na inversão é uma coisa. Outra coisa é uma mulher grávida que nunca praticou Yoga na vida querer ficar de cabeça para baixo de repente. A prática de Yoga é também uma prática de bom senso.

gestação

Independente de quaisquer regras vindas de fora, do que se deve ou não se deve fazer, cuidar e dar atenção especial ao corpo é a proposta do Yoga. Na gravidez, da mesma forma, a idéia é perceber e escutar o próprio corpo, respeitando aquilo que ele pode fazer naquele momento.

Conheço professores de Yoga que não indicam invertidas na gravidez. E, se você está na dúvida, não fazer é uma opção segura. Outros, tem restrições apenas nos primeiros três meses de gestação somente, pois, consideram este período, o mais delicado.

Existe uma estatística que 1/3 das mulheres perdem o bebê durante o primeiro trimestre, então talvez, seja interessante restringir invertidas neste comecinho, assim como, restringir qualquer outra atividade física que possa ser considerada extenuante.

Não é por acaso que muitas mulheres nestas primeiras semanas se sentem muito enjoadas e cansadas, relatando muitas vezes, que o corpo pede descanso neste período.

Se uma grávida não se sente bem enquanto experimenta uma postura invertida, então ela não deve fazer. Simples assim. Na prática de yoga o pedido do corpo é o mais importante.

Minha experiência me mostra que numa gravidez saudável, quando a mulher se sente bem e confortável, as invertidas podem ser indicadas. No entanto, como é um momento especial da vida, a prática de yoga merece um cuidado especial também. Todas as atividades para gestantes precisam ser escolhidas de forma criteriosa e sem longas permanências.

Para isto, sugiro que a prática seja orientada por um professor de yoga que tenha estudado sobre a gestação, suas particularidades e suas fases, um profissional que conheça bem os ensinamentos do Yoga.

O que dizem as parteiras

Aprendi com uma parteira experiente que as posições de inversão com movimentos pélvicos podem ser indicadas para ajudar que o bebê se encaixe na posição correta para nascer, quer dizer, facilita que a cabeça do bebê se encaixe na pelves materna para o nascimento.

Já ouvi também, que caso o bebê já estivesse na posição correta para nascer, as invertidas poderiam fazer com que o bebê saísse desta posição. Isto se fossem feitas mais para o final da gestação, por isto não seria indicado inversões nas últimas semanas…

Pessoalmente não acredito nesta hipótese, pois, as invertidas, assim como outras atividades psicofísicas dentro do hatha yoga tem alto poder de estimular de forma saudável a energia sutil do corpo e não poderiam ser responsáveis por interferir negativamente no processo natural das coisas, na ordem maior.

Segundo as parteiras, posições onde a mãe está com as costas paralelas ao solo com a barriga pra baixo, seriam mais indicadas nas útlimas semanas de gestação, pois, a posição ideal para nascer de forma natural é quando as costas do bebê estão voltadas para frente e a cabeça para baixo.

Posições onde o peso do bebê pressiona as costas da mãe, como deitada de barriga pra cima, na maioria das vezes, não são nada confortáveis no final da gestação, muitas mulheres relatam isto. As invertidas seguem esta mesma lógica, as posturas onde a coluna da mãe está acima do bebê são mais agradáveis quando a barriga está muito grande.

As invertidas na gestação produzem resultados:

– Estimulam o sistema circulatório/vascular.

– Aumentam a frequência cardíaca.

– Trazem maior dinamicidade e sensação de mais energia vital.

– Aliviam a sensação de peso sobre a pelves e membros inferiores do corpo gestante.

– Estimulam a energia vital do corpo, a energia da respiração, da circulação, da digestão e da eliminação.

Contraindicações

– Gestantes com problemas de coração ou pressão alta.

– Quando a mulher está se sentindo enjoada ou com refluxo.

– Quando existe alguma sensação de peso na região da cabeça como, por exemplo, congestão nasal ou dor de cabeça.

– É claro que uma grávida com risco de parto prematuro não fará invertida, pois, deverá ficar em repouso absoluto até seu bebê estar maduro para nascer.

– Gestantes que sentem falta de ar, pois, na inversão o peso do bebê comprime o diafragma e aumentará esta sensação desagradável.

– Quaisquer tipo de sangramento na gravidez precisa ser avaliado por um médico e a mulher precisa repouso.


॥ हरिः ॐ ॥

Ana dá aula em Florianópolis desde 2004. É psicóloga e psicoterapeuta. Também trabalha como doula e coordena grupos de educação perinatal. Visite aqui o site dela. Visite aqui o site dela.

+ sobre gestação e Yoga aqui e aqui

Āsanas para fortalecer a lombar

Ana Trevisan em Āsana, Pratique
  ·   8 mins de leitura
Ashtānga Yoga mantra

Versos de Meditação sobre Patañjali

Ana Trevisan em Mantra, Pratique
  ·   44 segundos de leitura

4 respostas para “Invertidas na Gestação”

  1. Boa tarde, estou gravida de 32 semanas, já pratiquei yoga uns anos atrás, agora faz um mês que retornei me sinto ótima, mas pensei bastante na invertida por causa de que meu bebe já estava encaixado e agora esta com a cabeça pra cima , sera que foi por causa da postura ? Tem alguma recomendação para ajudar ao bebe a se encaixar novamente ? GRATA !

  2. Boa tarde, estou gravida de 32 semanas, já pratiquei yoga uns anos atrás, agora faz um mês que retornei me sinto ótima, mas pensei bastante na invertida por causa de que meu bebe já estava encaixado e agora esta com a cabeça pra cima , sera que foi por causa da postura ? Tem alguma recomendação para ajudar ao bebe a se encaixar novamente ? GRATA !

  3. Pratiquei Yoga por vários anos, porém estava parada a mais de um, agora na gestação retornei à prática mas estava cheia de receios; seu post foi muito esclarecedor.
    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *