Sem categoria

Tudo é Brahman (Bhajan)

Sarvam ayam Brahman: tudo o que existe, tudo o que pode ser visto e o que não é visto, tudo o que pode ser conhecido e o que não pode ser conhecido, é Brahman, o Ilimitado. Ouça este bhajan na voz da incrível Bombay Jayashri: Este é um bhajan, uma canção devocional de autoria do […]

· 1 mins de leitura >
Brahman

Sarvam ayam Brahman: tudo o que existe, tudo o que pode ser visto e o que não é visto, tudo o que pode ser conhecido e o que não pode ser conhecido, é Brahman, o Ilimitado.

Ouça este bhajan na voz da incrível Bombay Jayashri:

Este é um bhajan, uma canção devocional de autoria do grande sábio Sadāśiva Brahmendra, santo e compositor que viveu no século  XVIII em Kumbakonam, sul da Índia. 

Ele escreveu, dentre outras muitas obras, um comentário sobre o Yogasūtra de Patañjali, chamado Yogasudhākara e outro sobre o Brahmāsūtra, denominado Brahmāsūtravṛtti.

Sadāśiva Brahmendra tornou-se cedo um saṁnyāsin, monje renunciante, e andava sempre seminu pelas estradas do sul da Índia, meditando, cantando, ensinando e inspirando às pessoas.

Ele é mencionado brevemente por Swāmi Yogānandana na Autobiografia de um Yogi. Sarvaṁ Brahmamayaṁ é uma das suas composições mais conhecidas e populares. 

Sarvaṁ Brahmamayaṁ

सर्वं ब्रह्ममयं रे रे । सर्वं ब्रह्ममयं रे रे ॥
किं वचानियं किमवचानियं । किं रचानियं किमरचानियं ॥
किं पठनीयं किमपठनीयं । किं भजनीयं किमभजनीयं ॥

सर्वं ब्रह्ममयं रे रे । सर्वं ब्रह्ममयं रे रे ॥
किं बोद्धव्यं किम बोद्धव्यं । किं भोक्तव्यं किमभोक्तव्यं ॥
सर्वत्र सदा हंस ध्यानं । कर्तव्यं भो मुक्ति निदानं ॥
सर्वं ब्रह्ममयं रे रे । सर्वं ब्रह्ममयं रे रे ॥

sarvaṁ brahmamayaṁ re re |
sarvaṁ brahmamayaṁ re re ||

kiṁ vacanīyaṁ kimavacanīyam |
kiṁ racanīyam kimaracanīyaṁ ||

kiṁ paṭhanīyaṁ kimapaṭhanīyam |
kiṁ bhajanīyam kimabhajanīyaṁ ||

sarvaṁ brahmamayaṁ re re |
sarvaṁ brahmamayaṁ re re ||

kiṁ boddhavyaṁ kimabodhavyam |
kiṁ bhoktavyam kimabhoktavyaṁ ||

sarvatra sadā haṁsa dhyānaṁ |
kārtavyaṁ bho mukti nidānaṁ ||

sarvaṁ brahmamayaṁ re re |
sarvaṁ brahmamayaṁ re re ||

Tudo é Brahman, o Ilimitado. Canção devocional meditativa do grande sábio Sadāśiva Brahmendra.

Tradução

Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.
Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.

Aquilo que pode ser descrito e aquilo que não pode ser descrito.
Aquilo que pode ser criado e aquilo que não pode ser criado.

Aquilo que pode ser estudado e aquilo que não pode ser estudado.
Aquilo que pode ser recitado e aquilo que não pode ser recitado.

Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.
Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.

Aquilo que pode ser ensinado e aquilo que não pode ser ensinado.
Aquilo que pode ser desfrutado e aquilo que não pode ser desfrutado.

Assim, absorva-se sempre na meditação haṁsa [“Esse Ilimitado sou”].
É assim que a libertação, será realizada/reconhecida (kārtavyaṁ). 

Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.
Tudo Isto é Brahman. Isto Tudo é a Presença Ilimitada.

॥ हरिः ॐ ॥

Portanto, deixemo-nos de argumentar sobre banalidades ou perseguir futilidades: vejamos o Ilimitado em tudo e em todos, o tempo todo!

Eis outra bela execução pela talentosa cantora Bombay Jayashree:

Mais uma versão, pelo Dr. Balamuralikrishna:

॥ हरिः ॐ ॥

Brahman não é um conceito ou uma ideia.
Entenda melhor para onde aponta
essa palavra com esta leitura:
Precisamos acreditar no Ilimitado?

Pedro nasceu no Uruguai, 54 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o website www.yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *