Prāṇāyāma, Pratique

Ujjāyī Prāṇāyāma, a Respiração Oceânica

Ujjāyī significa vitorioso. Deriva da raiz ujji, conquistar. Embora seja descrita aqui como uma técnica específica de prāṇāyāma, esse tipo de respiração acontece espontaneamente em estados de concentração intensa e meditação profunda.

· 1 mins de leitura >

Ujjāyī significa vitorioso. Deriva da raiz ujji, conquistar.

Embora seja descrita aqui como uma técnica específica de prāṇāyāma, este tipo de respiração pode surgir espontaneamente durante a meditação.

A técnica é muito simples. Sente-se em qualquer posição de meditação, com as costas eretas, porém descontraídas.

Coloque as mãos em cinmudrā, unindo polegares e indicadores de cada mão.

Deixe as palmas das mãos sobre os joelhos, voltadas para cima ou para baixo, percebendo como você se sente melhor.

Com os olhos fechados, comece a fazer a respiração completa, ativando levemente a glote e fazendo com que o ar flua com uma leve pressão.

Se tiver dificuldades para compreender esta instrução, faça o seguinte: inspire pelas narinas lentamente e depois expire pela boca, como se você estivesse sussurrando.

No meio da expiração, feche os lábios e continue produzindo esse som. Constate que o sussurro nasce na garganta e não nas narinas.

Repita isto algumas vezes até conseguir fluir ndessa maneira na respiração, mantendo ao mesmo tempo a ativação.

Depois, faça o mesmo com a boca fechada, a cada expiração, por mais alguns ciclos.

A continuação, aplique a mesma ativação ao longo de cada inspiração também.

Ujjāyī

Essa ativação deve produzir um som suave e contínuo, baixo e uniforme como um sussurro.

Sinta o ar como se estivesse entrando diretamente pela garganta.

Acrescente o ritmo da sua preferência e faça vários ciclos, evitando sempre produzir uma fricção excessiva nas vias respiratórias.

Benefícios e contraindicações do ujjāyī

Benefícios

1) Aumenta o foco da mente.

2) Permite que a pessoa se mantenha focada na respiração e no corpo físico ao longo da prática. 

3) Estimula a circulação do prāṇa no sistema das nāḍīs, os canais da energia vital (como todos os demais prāṇāyāmas, aliás).

4) Elimina tensões corporais ao estimular o fluxo da força vital.

5) O recolhimento da glote regula (aumenta) a temperatura interna do corpo físico.

6) Isso, por sua vez aumenta a proteção natural do corpo contra eventuais lesões e facilita a prática dos āsanas. 

6) Facilita a circulação do oxigênio pelo organismo, ajudando no trabalho do sistema cardiorrespiratório.

7) Funciona como um alerta para ficamos mais sensíveis aos sinais que o corpo nos envia ao longo da prática. 

8) Ajuda a manter a equanimidade da mente, pois reduz a natural identificação com o corpo e suas sensações. 

9) Estimula o funcionamento da glândula tireóide e tonifica o sistema endócrino.

Contraindicações

Evite este prāṇāyāma em casos de gravidez, cardiopatias, hipertensão arterial ou glaucoma.

॥ हरिः ॐ ॥ 

Aqui existe uma instrução simples e detalhada (em inglês) sobre o ujjāyī, da professora Adriene:


Texto extraído do livro Guia de Meditação.

॥ हरिः ॐ ॥

Pratique +
prāṇāyāmas aqui

॥ हरिः ॐ ॥

Pedro nasceu no Uruguai, 54 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o website www.yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *