Começando, Pratique

Para que serve o Hatha Yoga?

O Hatha Yoga pode literalmente dar uma vida nova a quem o pratica. O estilo de vida que ele propõe é muito saudável e aponta para uma existência longeva, em harmonia com o meio-ambiente e a sociedade. A través das práticas físicas, adquire-se um corpo novo, mais saudável e flexível, que possibilitará ter uma vida mais longa e com mais qualidade de vida.

· 33 segundos de leitura >

O Yoga pode literalmente dar uma vida nova a quem o pratica. O estilo de vida que o Yoga propõe é muito saudável e aponta para uma existência longeva, em harmonia com meio-ambiente e a sociedade.

Através das práticas físicas, adquire-se um corpo novo, mais saudável e flexível, que possibilitará ter uma vida mais longa e com mais qualidade de vida.

Adquirindo a capacidade de relaxar, podemos observar o mundo com mais objetividade e sermos mais justos em todas as situações que a vida nos coloca.

A prática da meditação permite que a pessoa fique mais centrada e, consequentemente, seja mais livre e consiga fazer as escolhas certas a cada momento.

O autoestudo através dos modelos propostos nas escrituras constituem o martelo que destrói a ignorância, que permite responder perguntas como quem sou eu? ou o que estou fazendo nesta vida?

Pedro nasceu no Uruguai, 54 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o website www.yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos

12 respostas para “Para que serve o Hatha Yoga?”

  1. Bom Pedro,
    não tenho comentário a fazer. Tenho lido a respeito dessa prática que a anos vem mexendo comigo.E só em julho passado resolvi conhecer o Yoga.
    Estou precisando de ajuda; moro num lugar muito afastado do pais, mas, estou tentando encontrar dentro de mim um espaço para essa nova vida.
    Sou professor e tento muito de vagar essa prática que Eu acredito ser a solução para minha qualidade de vida.
    Procuro ler sobre alguma coisa que esta na página, algumas me assustam, mas outras é como se fossem para mim uma guinada de 180 graus na vida. Pretendo o mais rápido possível mudar de vida.
    Quero na oportunidade agradecer o site por ser para mim minhas fontes de buscas e de pesquisas que na medida do possivel.
    Eu venho buscando para praticar e mudar minha vida. Pedro se você puder entrar em contato comigo o mais rápido será melhor.
    Namaste e até o próximo encontro.
    Marcilio.

  2. Caro Pedro, que legal que vc tb gosta de Espinosa! Eu adoro. Schopenhauer e vários outros tb conheciam e valorizavam muito o pensamento oriental. Bom, vc já deve saber disso…

    Abção!

    Augusto

  3. Eu pratico sozinho a muitos anos, tive bons professores de Yoga, mas na vida só vai se você tomar as rédeas da situação e ir por você mesmo.
    “As pessoas precisam tornar-se mais capazes, e ninguém consegue fazer isso confiando seu desenvolvimento espiritual a um guru”, Terence McKenna.
    Uma boa prática e DMT levam você a lugares inimagináveis.

  4. Olá a todos, sou leitor já a algum tempo aqui do yoga.pro e me inspirei a contribuir com um blog com informações sobre yoga também. Minha intenção é somar ainda mais com a comunidade de internautas que praticam e ajudar iniciantes. Esta no começo ainda, qualquer ajuda é bem vinda.

    http://www.trivialyoga.blogspot.com/

    ps. peço desculpas desde já caso seja proibido divulgar sites por este canal.

  5. Pedro:

    Dando continuidade à dúvida do Geraldo, passo pelo mesmo problema. Pratiquei Hatha Yoga por dois anos em um estúdio e há algum tempo tenho seguido sozinha na prática. Acredito que foi só no estudo como autodidata que pude vivenciar o yoga de fato pois, infelizmente, o yoga tem sido abordado como apenas mais uma modalidade de ginástica e passa longe de sua filosofia. Me baseio sempre nos textos que encontro neste site, assim como nos livros aqui indicados e, em especial, na obra do professor José Hermógenes. Haveria alguma outra orientação para quem pratica sozinho?

    Abraços,
    Larissa

  6. Pedro,
    sei que é fundamental a presença de um verdadeiro mestre para nos ajudar a caminhar nessa longa estrada que é o autoconhecimento. Mas dadas as atuais circunstâncias, digo, pessoas que não tem comprometimento com a filosofia ou apresentam sérias limitações ao seu modo de agir e ensinar o yoga, seria possível estudar por conta própria? Existe como trilhar esse caminho sendo autodidata? Cidade do interior é bem difícil…
    ====
    O Yoga sempre existiu e foi preservado dentro dessa relação especial que é a do professor e o estudante. A possibilidade de compreender mal, ou não compreender, por estudar sozinho ou tentar praticar apenas por livros, é enorme. Já vi casos de distorções medonhas acontecendo. Realmente, Geraldo, recomendo que pelo menos você faça uma viagem curta, para ter iniciação no Yoga com algum professor qualificado, para depois praticar por sua conta aí em casa. Boas práticas!
    Pedro.

  7. O único filósofo ocidental que conheço e que considero ter levado mais longe essas perguntas foi Nietzsche. Mas, teimoso que era, não estudou nem praticou nada do que conheceu a respeito das filosofias orientais. Deu no que deu. 🙂
    ======================
    Oi Cyrano,
    Então, convido você a ler a obra de Baruch Espinoza. Ele era um verdadeiro yogi, em toda a extensão da palavra.
    Abraço,
    Pedro Kupfer.
     

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *