Āsana, Pratique

Vṛkṣāsana, a Postura da Árvore

Pense na firmeza e na força de uma árvore. Igualmente, desenvolva a capacidade de ver a si mesmo e às demais pessoas como se fossem árvores: cada uma diferente, cada uma única em sua individualidade

· 2 mins de leitura >
Vṛkṣāsana, a Postura da Árvore 1
A postura da árvore é um dos primeiros āsanas do Haṭha.

A prática de ficar sobre um pé só, em equilíbrio, exposto aos elementos da natureza, fazia parte da prática yogika dos ṛṣis (sábios) védicos, como atestam esculturas e painéis milenares em templos ou lugares sagrados da Índia.

Tradução do nome da postura: vṛkṣa = árvore, āsana = postura; “postura da árvore”.

Dicas de execução:

1. Fixe o olhar num ponto à frente. Flexione a perna direita e pressione a planta desse pé contra a parte mais alta da coxa esquerda, deixando o joelho para baixo e para o lado.

Nesta primeira variação, você poderá elevar as mãos unidas até a altura do coração, ou acima da cabeça.

Vṛkṣāsana, a Postura da Árvore 3

Variação do āsana da árvore 
com uma mão no chão

2. Opcionalmente, você pode deixar o dorso do pé encaixado na virilha esquerda. Se quiser, a partir deste ponto, segure o pé elevado com a mão direita e eleve verticalmente o outro braço.

Em ambas as opções, você ainda poderá inclinar o corpo à frente, colocando as mãos no chão, dos lados do pé esquerdo.

3. Mantenha as costas eretas. Ative o pé, o joelho e a perna que sustentam o corpo. Aponte com o cóccix para baixo, em direção ao calcanhar da perna base, e faça uma tração para cima.

Leve a respiração para as costelas laterais, elevando o esterno e fechando ao mesmo tempo o espaço entre as costelas inferiores, na altura do plexo solar. Mantenha espaço entre os ombros e a base do pescoço.

4. Este āsana estabelece uma conexão profunda com o elemento terra. Mantenha o exercício durante um minuto para cada lado. Coloque as mãos no centro do peito e mantenha as palmas unidas.

As pernas nesta forma representam as raízes de uma arvore. Imagine a sua espinha vertebral como se fosso o tronco de uma árvore. sinta a energia ascendendo ao longo das pernas

5. Depois, proceda da mesma forma, repetindo este āsana para o outro lado: flexione a perna esquerda, encaixe o pé na parte interna da coxa ou na virilha, ajudando-se com a mão e confira se as costas estão eretas.

6. Respire profunda e conscientemente. Pense na firmeza e na força de uma árvore. Igualmente, desenvolva a capacidade de ver a si mesmo e às demais pessoas como se fossem árvores especiais: cada uma diferente, cada uma única em sua individualidade.

॥ हरिः ॐ ॥

Atenção

Estas dicas sobre a postura da árvore e demais que você encontra neste website, não substituem um professor de Yoga.

São disponibilizadas apenas para que o praticante possa apreciar diferentes possibilidades e, se for o caso, aprimorar sua técnica e sua prática pessoal.

No início, a prática sob a supervisão cuidadosa de um instrutor preparado e competente é essencial para o sucesso na prática, bem como para evitar lesões.

As imagens das posturas como este vṛkṣāsana e outros são meramente orientativas e têm como objetivo facilitar e inspirar a sua prática.

Da mesma forma que com as outras técnicas aqui descritas, não é aconselhável aprender estas posturas unicamente olhando para fotografias.

Aprenda-as com um professor competente. Faça as adaptações que for necessário para praticar com segurança. Não force. Evite exagerar.

Ao praticar āsanas, associe os exercícios e os movimentos entre eles com a respiração ujjayī e, se for possível, mantenha as ativações do baixo ventre o o períneo (uḍḍīyanabandhamūlabandha) todo o tempo.

Cultive a atentividade e a observação calma e consciente do corpo, da mente e das emoções ao fazer estes exercícios. Evite exagerar ou colocar sua saúde em risco.

O autor não se responsabiliza pelo mal uso que possa ser feito destes textos. Obrigado pela compreensão e o cuidado consigo mesmo.

॥ हरिः ॐ ॥

+ āsanas:
aqui (em português)
e aqui (em inglês)

॥ हरिः ॐ ॥

árvore

Yogin praticando Vṛkṣāsana. Séc. V d.C.
Escultura num painel de pedra.
Mahabalipuram, Tamil Nadu.

Pedro nasceu no Uruguai, 54 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o website www.yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos

2 respostas para “Vṛkṣāsana, a Postura da Árvore”

  1. Me tocou especialmente vislumbrar o surgimento dessa postura como uma das primeiras do Hatha e imaginar os Rishis a fazendo em conexão com a natureza. Adorei tb sua foto de curioso no instrumento. Sempre grato pelas sementes Pedrão! Sempre grato (((_/\_)))

  2. Parabéns, Pedro, gostei muito desse seu comentário sobre a “postura da árvore”, dizendo que devemos nos sentir como uma árvore, com raízes diferentes umas das outras. Sou instrutora de Hatha Yoga e sobrinha da profª Maria Celeste Castilho, que dá aulas em São Paulo, e com a qual o Vicente Morisson também já praticou.

    Admiro muito o seu trabalho. Parabéns!!!

    Namastê!

    Lidia Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *