Conheça, Vedānta

Vedanta serve para um ateísta?

Tudo o que está aqui é Īśvara. Você não pode negar a realidade de Īśvara se quiser compreender o Vedānta. Vedānta sem Īśvara não existe. Quando dizemos tudo é Īśvara, isso é conhecimento; não é crença. A aversão a Īśvara nasce numa crença do passado. Īśvara é igualmente símbolo do pai. Se eu tiver algum problema com o meu, vou tender a negar Īśvara, pois nego o meu próprio pai. Se você tem um problema com seu pai, resolva com ele. Īśvara não tem nada a ver com isso.

Escrito por Swāmi Dayānanda Saraswatī · 1 mins de leitura >

Tudo o que está aqui é Īśvara. Você não pode negar a realidade de Īśvara se quiser compreender o Vedānta. Vedānta sem Īśvara não existe. Quando dizemos tudo é Īśvara, isso é conhecimento; não é crença.

A aversão a Īśvara nasce numa crença do passado. Īśvara é igualmente símbolo do pai. Se eu tiver algum problema com o meu, vou tender a negar Īśvara, pois nego o meu próprio pai. Se você tem um problema com seu pai, resolva com ele. Īśvara não tem nada a ver com isso.

No Vedānta, você não precisa engolir uma crença. Apenas compreender. Só isso. Não há crença envolvida. Apenas compreensão. No Vedānta, não há nada para aceitar ou rejeitar. Se eu lhe disser que o fogo queima, você teria algum reparo a fazer em relação a isso?

Se você negar que o fogo queima, e puser a mão nele, o problema é seu. Se você não aceita a evidência, o problema é seu. A crença na não aceitação da evidência é sua.

Há algumas questões culturais, igualmente, que determinam gostos e aversões desde a infância. As formas rituais que fazemos aqui no nosso templo apontam para a constatação de que tudo o que está aqui é Īśvara. Em cada cultura há formas diferentes para o indivíduo se relacionar com o Todo.

É bom desfrutarmos as culturas e diferentes maneiras de nos relacionar com o Todo. Você pode aceitar o pacote inteiro do hinduísmo, incluindo as práticas de Yoga, prāāyāma, meditação, pūjā, homa, mantra, namaskār, etc., se quiser, ou pedir à la carte, de acordo com a sua preferência.


Tradução de Pedro Kupfer.

Swāmi Dayānanda Saraswatī (1930-2015) ensinou a sabedoria tradicional do Vedanta por cinco décadas, na Índia e em todo o mundo. Seu sucesso como professor é evidente no sucesso dos seus alunos: mais de 100 deles são agora Swāmis, altamente respeitados como estudiosos e professores.

Dentro da comunidade hindu, ele trabalhou para criar harmonia, fundando o Hindu Dharma Acharya Sabha, onde chefes de diferentes seitas podem se reunir para aprender uns com os outros.

Na comunidade religiosa maior, ele também fez grandes progressos em direção à cooperação, convocando o primeiro Congresso Mundial para a Preservação da Diversidade Religiosa.

No entanto, o trabalho de Swāmi Dayānanda não se limitou à comunidade religiosa. Ele é o fundador e um membro executivo ativo do All India Movement (AIM) for Seva.

Desde 2000, a AIM vem trazendo assistência médica, educação, alimentação e infraestrutura para as pessoas que vivem nas áreas mais remotas da Índia.

Havendo crescido em uma pequena vila rural, ele próprio entendeu os desafios particulares de acessar a ajuda enfrentada por pessoas de fora das cidades. Hoje, o AIM for Seva estima ter ajudado mais de dois milhões de pessoas necessitadas em todo o território indiano.

Escrito por Swāmi Dayānanda Saraswatī
Swāmi Dayānanda Saraswatī (1930-2015) ensinou a sabedoria tradicional do Vedanta por cinco décadas, na Índia e em todo o mundo. Seu sucesso como professor é evidente no sucesso dos seus alunos: mais de 100 deles são agora Swāmis, altamente respeitados como estudiosos e professores.

Dentro da comunidade hindu, ele trabalhou para criar harmonia, fundando o Hindu Dharma Acharya Sabha, onde chefes de diferentes seitas podem se reunir para aprender uns com os outros.

Na comunidade religiosa maior, ele também fez grandes progressos em direção à cooperação, convocando o primeiro Congresso Mundial para a Preservação da Diversidade Religiosa.

No entanto, o trabalho de Swāmi Dayānanda não se limitou à comunidade religiosa. Ele é o fundador e um membro executivo ativo do All India Movement (AIM) for Seva.

Desde 2000, a AIM vem trazendo assistência médica, educação, alimentação e infraestrutura para as pessoas que vivem nas áreas mais remotas da Índia.

Havendo crescido em uma pequena vila rural, ele próprio entendeu os desafios particulares de acessar a ajuda enfrentada por pessoas de fora das cidades. Hoje, o AIM for Seva estima ter ajudado mais de dois milhões de pessoas necessitadas em todo o território indiano.
Perfil

Uma resposta para “Vedanta serve para um ateísta?”

  1. Hari Om.

    Acaso não há afirmações nos Vedas sobre a origem do Universo? Isso não depende de crença? Se eu disser que há um bule na órbita de Saturno, certamente ninguém acreditará. Serão todos, portanto, abuleus. Mas se eu mostrar-lhes, através de um telescópio, que existe de fato um bule orbitando por lá, então ninguém mais precisará acreditar em mim, pois agora todos saberão, ou melhor, terão conhecimento do fato.
    Como Deus não pode ser compreendido de uma forma científica, a afirmação de sua existência é tão somente uma crença.

    Sat Nam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *