Pratique, Ṣaṭkarma

Kapalabhati: a limpeza das vias respiratórias

O nome desse exercício significa crânio brilhante. No kapālabhāti enviamos uma carga extra de oxigênio ao cérebro, que se dilata imperceptivelmente. Daí deriva uma sensação de "brilho". Esse processo é um ṣaṭkarma, uma purificação, pois proporciona uma limpeza total das vias respiratórias.

Escrito por Pedro Kupfer · 1 mins de leitura >

O nome desse respiratório significa crânio brilhante, imagem que define claramente a sensação que se tem ao fazê-lo. No kapālabhāti enviamos uma carga extra de oxigênio ao cérebro. Daí deriva a sensação de brilho. Esse exercício é um ṣaṭkarma, uma das seis purificações do Haṭha Yoga, pois proporciona uma limpeza total das vias respiratórias.

O procedimento é muito simples: elimine todo o ar dos pulmões. Inspire lenta e profundamente e, sem reter o ar, expire pelas narinas, bom bastante vigor e recolhendo com firmeza o abdômen. Volte a inspirar de forma completa, com suavidade, e solte o ar outra vez com força, porém sem contrair a musculatura facial nem movimentar os ombros. Faça isso pelo menos dez vezes.

O intervalo entre duas expirações é bem maior que no bhastrikā, a chamada respiração do fole, ou do sopro rápido. A posição na qual você senta deve ser perfeitamente firme, para evitar as oscilações que possam ocorrer devido à força da exalação. É aconselhável utilizar um lenço debaixo das narinas, pelo menos durante os primeiros ciclos, para reter nele o eventual excesso de mucosidade que será eliminado.

Efeitos: o kapālabhāti limpa instantaneamente as vias respiratórias. Fortalece o sistema nervoso e tonifica o organismo, regulando o seu metabolismo. Proporciona excelente oxigenação cerebral, limpando e purificando os pulmões e revigorando os órgãos internos e a musculatura abdominal.

Produz igualmente uma sensação de leveza e até euforia, aumenta a autoconfiança e a capacidade de comando sobre a mente. Igualmente, este exercício pode vir a despertar as percepções sutis, vinculadas ao prāṇāmayakośa, a dimensão vital.

CONTRAINDICAÇÕES: Evite este exercício em caso de gravidez, hipertensão ou cardiopatias.


Extraído do livro Guia de Meditação.

Sankalpa: a resolução interior

Pedro Kupfer em Meditação, Pratique
  ·   1 mins de leitura

Como ser feliz?

Pedro Kupfer em Pratique, Yoga na Vida
  ·   7 mins de leitura

7 respostas para “Kapalabhati: a limpeza das vias respiratórias”

  1. Por experiencia própria, não recomendo fazer kapalabhati estando resfriado. A cabeça já está com muita pressão, e mais pressão gera incomodo.
    Outra coisa que gostaria de comentar é que ouvi de meu professor a diferença entre kapalabhati shatkarma e kapalabhati pranayama: na versão pranayama se faz uso da glote como Ujjayi. Abraços!

  2. Olá. Gostei da explanação.

    E gostaria de saber também se esta seria uma respiração adequada para fazer antes dos cinco ritos tibetanos ou alguma pratica forte de yoga ou até uma caminhada consciente, ou seja, uma caminhada focada em perceber e respeitar o corpo e respiração. Ou se teria outra respiração mais adequada.
    Pratiquei yantra yoga durante 5 anos depois me converti ao cristianismo e passei por uma remodelação deixando de praticar por algum tempo e hoje tenho retornado à maravilhosa prática da yoga, tendo encontrado o caminho. Hoje não estou ligada a nenhum centro e não estou mais na mesma cidade.
    Algumas coisas preciso aprender outras relembrar, posso contar com voce para esta duvida? Vai me ajudar muito na construção da minha prática diária.

    Obrigada,
    Deus te abençoe.
    /amem\

  3. Cara Ângela,
    O kapalabhati aumenta a tensão arterial. Essa é a causa pela qual, em casos de hipertensão, ele deve ser evitado. Este exercício é assaz forte e intenso e deve ser feito com cuidado. Daí a precaução. Só para você ter uma ideia:
    In 2008, the Asian Heart Institute (AHI) in Mumbai linked 31 cases of heart attack to reckless practice of Kapalbhati. Vijay DSilva, medical director of the AHI, confirms:
    An independent yoga instructor affiliated to our cardiac rehabilitation department had conducted a study correlating 31 cases of heart ailments with improper practice of yoga. While we have not continued the study, we have found a 100% correlation between ?unsupervised exercise? and cardiac failure.
    Most experts say that recklessly practising Kapalbhati can at the very least make you seriously ill.
    http://www.livemint.com/Leisure/154E5M5IxPpBsjV11O9W7M/Is-Kapalbhati-killing-you.html
    O Guia de Meditação é um livro da minha autoria.
    Abraço. Pedro Kupfer.

    1. Ah ! Que ótimo ! Li a sua resposta e fiquei bem satisfeita : )Mas, abusando um pouquinho da sua boa vontade, gostaria de te perguntar se aquele outro procedimento respiratório chamado Anuloma viloma também teria alguma contraindicação ?

  4. Prezado Pedro Kupfer,
    Gostaria de maiores detalhes sobre a contraindicação da prática do KAPALABHATI em casos de hipertensão arterial. No final do artigo, você refere como fonte o livro “Guia de Meditação”, mas não cita qual é o autor, nem a data da edição, etc., e assim é impossível identificar que livro é este. Por favor, onde posso obter mais informações sobre esta contraindicação ? Atenciosamente,
    Angela Maria Mazzucco.

  5. Boa noite gostaria de melhores informações sobre a filosofia da yoga como surgiu e quais as intenções ?
    Estou fazendo uma iniciação científica estou buscado em artigos e não encintro vcs tem alguns que possam me manda ? Desde já agradeço

Os comentários estão fechados