Prāṇāyāma, Pratique

Sūryabhedana: a Respiração Solar

Neste exercício respiratório, a inspiração é feita pela narina direita ou solar (piṅgalānāḍī), enquanto que a expiração é feita pela narina esquerda ou lunar (īḍānāḍī).

· 1 minutos de leitura >
suryabhedana

Diz a Haṭhayoga Pradīpikā (II:48-50) um manual clássico de práticas de Haṭha:

अथ सूयर्भेदनम्
आसने सुखदे योगी बद्ध्वा चैवासनं ततः ।
दक्षनाड्या समाकृ ष्य बिहःस्थं पवनं शनैः ॥ ४८॥

atha sūryabhedanam
āsane sukhade yogī baddhvā caivāsanaṁ tataḥ |
dakṣanāḍyā samākṛṣya bahiḥsthaṁ pavanaṁ śanaiḥ || 48 ||

II:48. Para fazer este kūṁbhaka (i.e., prāṇāyāma) o yogin deve sentar-se em um āsana adequado, em
um assento confortável, e inalar lentamente pela fossa nasal direita (piṅgalā).

आके शादानखाग्राच्च निरोधाविध कु म्भयेत् ।
ततः शनैः सव्यनाड्या रेचयेत्पवनं शनैः ॥ ४९॥

ākeśādānakhāgrācca nirodhāvadhi kumbhayet |
tataḥ śanaiḥ savyanāḍyā recayetpavanaṁ śanaiḥ || 49 ||

II:49. Na sequência, deve praticar kūṁbhaka até sentir o prāṇa penetrar em todo o
seu corpo, desde a ponta dos cabelos até as unhas dos dedos dos pés; então deve
exalar lentamente através da fossa nasal esquerda (īdā).

कपालशोधनं वातदोषघ्नं कृ मिदोषहृत् ।
पुनः पुनिरदं कायर्ं सूयर्भेदनमुत्तमम् ॥ ५०॥

kapālaśodhanaṁ vātadoṣaghnaṁ kṛmidoṣahṛt |
punaḥ punaridaṁ kāryaṁ sūryabhedanamuttamam || 50 ||

II:50. Este excelente sūryabhedana deve ser praticado repetidas vezes, pois “esvazia” (i.e., alivia a pressão) no cérebro (lóbulos frontais e seios nasais), combate moléstias intestinais e cura os males causados por excesso de vāta, [o constituinte corporal formado pela combinação dos elementos ar e espaço].

Sūryabhedana, a Técnica

O nome Sūryabhedana significa literalmente “atravessar o Sol”, e refere-se ao fato de que a inspiração é sempre feita pela narina solar, que é a direita. Ela corresponde ao canal energético chamado piṅgalānāḍī, que conduz a força vital vinculada com o sol.

Neste exercício respiratório, portanto, a inspiração é feita pela narina direita (piṅgalānāḍī), enquanto que a expiração é feita pela narina esquerda (īḍānāḍī).

Segue uma descrição passo-a-passo do prāṇāyāma:

1. Sente em uma posição de meditação – padmāsana, siddhāsana ou outra – preparando-se para o exercício.

2. Com a mão direita em jñānamudrā (polegar e indicador unidos), obstrua a narina esquerda. Inale lenta e profundamente pela narina direita.

3. Quando os pulmões estiverem cheios, pressione o queixo contra a base da garganta, fazendo jalāṇḍharabandha.

4. Simultaneamente, execute mūlabandha, a elevação do assoalho pélvico.

5. Após a retenção, encerre as contrações, coloque a cabeça na posição vertical e exale de forma controlada pela narina lunar (esquerda).

6. Inicie um novo ciclo, inspirando sempre pela narina solar, exalando pela lunar.

7. Continue respirando desta forma durante quinze a vinte ciclos.

Efeitos: estimula o sistema nervoso simpático, responsável pelas respostas de alerta e atentividade, aumenta a temperatura interna do corpo, melhora a digestão e limpa os seios nasais.

॥ हरिः ॐ ॥

Este eficiente prāṇāyāma aparece na Haṭhayoga Pradīpikā, texto clássico de prática avançada. Se quiser fazer o download gratuito da tradução portuguesa desse importante livro, clique aqui.

Website | + posts

Pedro nasceu no Uruguai, 58 anos atrás. Conheceu o Yoga na adolescência e pratica desde então. Aprecia o o Yoga mais como uma visão do mundo que inclui um estilo de vida, do que uma simples prática. Escreveu e traduziu 10 livros sobre Yoga, além de editar as revistas Yoga Journal e Cadernos de Yoga e o site yoga.pro.br. Para continuar seu aprendizado, visita à Índia regularmente há mais de três décadas.
Biografia completa | Artigos

O que traz paz ao dia-a-dia?

Pedro Kupfer em Pratique, Yoga na Vida
  ·   2 minutos de leitura
Complexo de Arjuna

Perigos do Complexo de Arjuna

Pedro Kupfer em Pratique, Yoga na Vida
  ·   1 minutos de leitura

2 respostas para “Sūryabhedana: a Respiração Solar”

  1. Muitos termos sanscritos e falta de clareza, gostaria de uma explicacao mais simples e objetiva. Grato.
    Plínio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *