prāṇāyāma

Sūryabhedana: a Respiração Solar

Neste exercício respiratório, a inspiração é feita pela narina direita ou solar (piṅgalānāḍī), enquanto que a expiração é feita pela narina esquerda ou lunar (īḍānāḍī).

16/02/2024 · 1 minutos de leitura >

Dois Respiratórios Básicos do Yoga

As técnicas descritas a seguir servirão como treinamento básico para dominar e ampliar a mecânica da respiração

06/12/2023 · 3 minutos de leitura >

Dois Respiratórios Básicos do Yoga

As técnicas descritas a seguir servirão como treinamento básico para dominar e ampliar a mecânica da respiração

02/08/2023 · 3 minutos de leitura >

Prāṇāyāma, Vitalidade, Respiração e Consciência

A vida começa com a primeira inspiração e se prolonga até a última exalação. O alento é a vida, que flui com tal naturalidade que são poucos os momentos em que percebemos o seu valor.

29/12/2022 · 4 minutos de leitura >

Respiração Simétrica Vitalizante: Samavṛtta Prāṇāyāma

Esta seqüência de ciclos respiratórios, que alterna retenções com e sem ar com ciclos de respiração completa sem retenções, tem a virtude de aquietar o pensamento

22/11/2022 · 1 minutos de leitura >

Anuloma Prāṇāyāma, um Respiratório Energizante

Este pránáyáma se faz inspirando pelas duas narinas e exalando de forma alternada, uma vez por cada narina. O nome significa encadeado, conectado, que está de acordo com a ordem natural.

13/06/2021 · 1 minutos de leitura >

Chandra Nāḍī Prāṇāyāma, o Respiratório Relaxante

Este respiratório ativa a narina de polaridade negativa, īḍāṇāḍī, simbolizada pela imagem da lua, e associada à cor azul, à introspeção e à feminilidade

19/10/2020 · 1 minutos de leitura >

Candali Prāṇāyāma

Caṇḍalī prāṇāyāma, o prāṇāyāma energizante, é também conhecido em tibetano como tummo (gtum-mo). O nome Caṇḍalī (चण्डली) está vinculado com Durgā Devī, a Deusa da Força. Esta prática aparece nos antigos textos do Hevajra Tantra e do Mahāsiddha Kṛṣṇācarya. O que é Candali? Candali é um dos muitos nomes da Deusa, e alude ao seu […]

08/11/2019 · 2 minutos de leitura >

O Oceano da Vida

Bahr Al-Hayat, ou "O Oceano da Vida", é um incrível texto sufi sobre Haṭhayoga do início do século XVII, atribuído ao sábio Muhammad Ghawth Gwaliyari. Dizemos incrível, pois ele mostra a tolerância e o interesse do sufismo pelas práticas do Haṭhayoga tântrico que eram muito populares na época. O texto foi encomendado pelo Imperador Jahangir, pai do Shah Jahan, construtor do Taj Mahal.

04/11/2019 · 2 minutos de leitura >