Conheça, Vedānta

Oração

A base para qualquer forma de oração é o próprio reconhecimento de sua impotência. A oração nasce do seu reconhecimento de sua própria impotência e também de sua apreciação de uma fonte de todo poder e todo conhecimento. Com essas duas descobertas, a oração é muito natural.

Escrito por Swāmi Dayānanda Saraswatī · 1 mins de leitura >
oração

A base para qualquer forma de oração é o reconhecimento da própria impotência. A oração nasce do seu reconhecimento dessa impotência e também de sua apreciação da fonte de todo o poder e todo o conhecimento. Com essas duas descobertas, a oração é muito natural.

Quando estou impotente busco ajuda de qualquer pessoa de quem possa obter essa ajuda. Quando a impotência é em termos da capacidade de abandonar o meu passado e deixar o futuro acontecer sem estar apreensivo, então nenhuma ajuda de fora, ajuda de alguma pessoa igual a mim, será de grande utilidade. Vou à fonte onde essa ajuda será possível.

oração Swāmi Dayānanda Vedānta compaixão

Oração

Ofereço uma oração ao Senhor, o Senhor que invoco de qualquer maneira que seja, em qualquer forma ou nome. Existem formas diferentes de oração. Uma que é boa para todos e importante para um buscador é esta:

Ó Senhor, que eu tenha
a maturidade de aceitar
o que não posso mudar,
o desejo e o esforço para
mudar o que eu posso,
e a sabedoria para saber
a diferença entre o que posso
e o que não posso mudar.

Não posso mudar minha infância, meus pais, todo o meu passado.
O que aconteceu em minha vida eu não posso mudar.
O que aconteceu, aconteceu. Não posso fazer nada.
Quanto ao que aconteceu, não tenho nada a lastimar.
Não tenho razão para estar triste ou deprimido ou zangado.
Deixo minha angústia quanto ao que aconteceu.
Aceito simplesmente o que aconteceu em minha vida.

E existem muitas coisas que posso mudar e consertar.
Busco força de vontade e competência para fazer esforços apropriados e adequados para mudar.
Não perco meu tempo tentando mudar o que não posso
e aguentando situações que não são saudáveis, as quais posso mudar.

A diferença entre as duas, o que não posso mudar e o que posso, não é fácil de distinguir.
Novamente, é necessário sabedoria, para a qual eu invoco a Graça.

Ó Senhor, possa eu desfrutar
e ter a maturidade de aceitar
simplesmente o que não posso mudar,
a vontade e o esforço para mudar
o que posso, e a sabedoria para
reconhecer a diferença.

॥ हरिः ॐ ॥


Essa oração é parte de um livro de Swāmi Dayānanda que foi traduzido para o português e publicado originalmente em agosto de 1989.

Extraído do Informativo Vidyā Mandir de agosto de 1989, do Vidyā Mandir, Centro de Estudos de Vedanta e Sânscrito, Rio de Janeiro, e digitado por Cristiano Bezerra.

Desfrute da leitura da Rāmagītā comentada por Swāmi Dayānanda fazendo o download aqui.

Visite o site do Arsha Vidya Gurukulam, o Āśram de Swāmi Dayānanda Sarasvati na Pensilvânia, EUA, clicando aqui

Para conhecer mais a obra de Swāmi Dayānanda, visite o site do Vidyamandir – Centro de Estudos de Vedanta e Sânscrito, da professora Gloria Arieira, clicando aqui.

॥ हरिः ॐ ॥

Swāmi Dayānanda Saraswatī (1930-2015) ensinou a sabedoria tradicional do Vedanta por cinco décadas, na Índia e em todo o mundo. Seu sucesso como professor é evidente no sucesso dos seus alunos: mais de 100 deles são agora Swāmis, altamente respeitados como estudiosos e professores.

Dentro da comunidade hindu, ele trabalhou para criar harmonia, fundando o Hindu Dharma Acharya Sabha, onde chefes de diferentes seitas podem se reunir para aprender uns com os outros.

Na comunidade religiosa maior, ele também fez grandes progressos em direção à cooperação, convocando o primeiro Congresso Mundial para a Preservação da Diversidade Religiosa.

No entanto, o trabalho de Swāmi Dayānanda não se limitou à comunidade religiosa. Ele é o fundador e um membro executivo ativo do All India Movement (AIM) for Seva.

Desde 2000, a AIM vem trazendo assistência médica, educação, alimentação e infraestrutura para as pessoas que vivem nas áreas mais remotas da Índia.

Havendo crescido em uma pequena vila rural, ele próprio entendeu os desafios particulares de acessar a ajuda enfrentada por pessoas de fora das cidades. Hoje, o AIM for Seva estima ter ajudado mais de dois milhões de pessoas necessitadas em todo o território indiano.

Escrito por Swāmi Dayānanda Saraswatī
Swāmi Dayānanda Saraswatī (1930-2015) ensinou a sabedoria tradicional do Vedanta por cinco décadas, na Índia e em todo o mundo. Seu sucesso como professor é evidente no sucesso dos seus alunos: mais de 100 deles são agora Swāmis, altamente respeitados como estudiosos e professores.

Dentro da comunidade hindu, ele trabalhou para criar harmonia, fundando o Hindu Dharma Acharya Sabha, onde chefes de diferentes seitas podem se reunir para aprender uns com os outros.

Na comunidade religiosa maior, ele também fez grandes progressos em direção à cooperação, convocando o primeiro Congresso Mundial para a Preservação da Diversidade Religiosa.

No entanto, o trabalho de Swāmi Dayānanda não se limitou à comunidade religiosa. Ele é o fundador e um membro executivo ativo do All India Movement (AIM) for Seva.

Desde 2000, a AIM vem trazendo assistência médica, educação, alimentação e infraestrutura para as pessoas que vivem nas áreas mais remotas da Índia.

Havendo crescido em uma pequena vila rural, ele próprio entendeu os desafios particulares de acessar a ajuda enfrentada por pessoas de fora das cidades. Hoje, o AIM for Seva estima ter ajudado mais de dois milhões de pessoas necessitadas em todo o território indiano.
Perfil
jñānayoga

Jñānayoga em 11 Palavras

Swāmi Dayānanda Saraswatī em Conheça, Vedānta
  ·   55 segundos de leitura

Uma resposta para “Oração”

  1. Que linda oração!
    E é incrível a paz e o conformismo diante dos fatos inevitáveis da vida e a força que ela nos dá!
    Muito obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *