Vedānta

Eu é uma porta. Parte 1: Rāmaṇa Maharshi

Uma das citações mais ouvidas no caminho da iluminação seja talvez a do ‘abandono do ego’. Mas o que se quer dizer com isso? Não se fala aqui da forma ‘bruta’ do ego, isso levaria a uma porta escancarada. Com efeito, a forma egoísta e evidente, como no exemplo ‘primeiro eu e o resto que se dane’, é na verdade por todo mundo rejeitada (em todo caso quando isso vale pra outra pessoa) mesmo que ele não se encontre num caminho espiritual.

28/06/2010 · 16 mins de leitura >

Felicidade, conhecimento, liberdade

Conhecemos a plenitude? Conhecemos a felicidade? Sabemos o que estamos buscando? Você já experienciou a felicidade, já se sentiu completo, com a sensação de que nada estava faltando? Se você segue o dharma, elimina os conflitos, fica tranquilo e a plenitude se revela. Como sensação, como experiência, a felicidade pode durar mais ou menos. Porém, sendo uma sensação, pensamento ou sentimento, essa felicidade será, forçosamente, limitada: começa num determinado momento, e noutro momento acaba.

12/04/2010 · 7 mins de leitura >

A onda e o oceano

Este exemplo é usado para explicar a peculiar situação do sofrimento do homem, dando uma mente humana a uma onda do mar. Se falarmos para a onda que ela é o oceano, ela precisa compreender primeiramente que a verdade da onda é o oceano. Ela tem que transcender a sua ondidade, a sua identificação com a forma de onda.

25/03/2010 · 1 mins de leitura >

Da argila ao pote

Sofremos da síndrome do potinho. Se, ao invés de humanos, nascêssemos como potes de argila dotados de mente, pensaríamos mais ou menos assim: "sou um ínfimo potinho, vulnerável, esquecido numa prateleira qualquer da cozinha, muito inferior aos outros potes que existem na casa"

22/10/2009 · 2 mins de leitura >

Karma é fatalidade?

Na tradição shivaísta, Garuda, o deus-águia, aparece como guardião do deus Shiva. No Shiva Purana conta que, uma vez, Garuda, montava guarda no alto do Monte Kailash

24/09/2009 · 5 mins de leitura >

O Vedānta em 100 Palavras

Swami Dayananda resume o propósito do Vedanta em apenas 100 palavras!

14/09/2009 · 31 segundos de leitura >

Fatos, crenças e soluções

Eis um pequeno resumo do que somos, como nos vemos e como vivemos, com algumas soluções que o Vedanta e o Yoga apontam para separar fatos de crenças e ter uma vida mais tranqüila e feliz

23/08/2009 · 5 mins de leitura >

Yoga e liberdade

Liberdade não é fazer o que se quer: é simplesmente contentar-se com o que é

04/07/2009 · 6 mins de leitura >

Sobre o karma

Um nascimento humano envolve necessariamente alguma combinação de méritos e deméritos. Não existe nascimento feito apenas pelo fruto de méritos

16/03/2009 · 6 mins de leitura >

Estudando o Tattvabodhah

Considerado um livro muito importante para o entendimento do Vedanta, o Tattavbodhah, "O Conhecimento da Verdade", uma obra de Sri Sankara, mostra-se essencial para o desenvolvimento do Ser

15/03/2009 · 15 mins de leitura >